© 2018 por Assemblage Produtora 
ID visual por Ingrid Bittar - 2014

  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social
  • Vimeo ícone social
Movimento LGBT no Brasil
com Renan Quinalha

22/11

Novembro

Período: 22 e 23/11
Carga Horária: 6h

Sexta das 17h às 20h
Sábado das 11 às 14h

 

Investimento:

R$ 200,00 
R$ 140,00 (para graduandos)

50% (R$ 100,00) desconto trazendo um amigo!

Local

Centro Municipal de Arte Helio Oiticica

 Centro - Rio de Janeiro

O curso tem por objetivo analisar os principais momentos da constituição do movimento de gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT) no Brasil, desde os grupos pioneiros que foram organizados ainda no final da década de 1970 até os dias atuais.

 

Dialogando com algumas das principais teorias sobre os movimentos sociais, o curso pretende discutir como foi possível a emergência do então chamado "movimento homossexual" brasileiro, hegemonizado por homens gays, ainda durante a ditadura instaurada em 1964. De uma fase marcada pela postura abertamente contestadora do Estado e de suas instituições judiciais, será examinado como, a partir de meado dos anos 80, o movimento passa a adotar uma concepção marcada pelo registro legal de suas associações civis, cobrança de políticas públicas, colaboração com o Estado e reivindicações sob a forma do direito.

 

Além disso, a epidemia do HIV/Aids, sobretudo no início da década de 90, imporá o desafio de reorganização para priorizar a luta por políticas de saúde (prevenção e tratamento) em um contexto de maior diversidade de identidades políticas, densidade de redes e emergência de demandas específicas no interior do movimento, sem perder de vista a integração pelo consumo desses segmentos em um mercado cada vez mais potente e com traços específicos.

 

A partir desse panorama geral, será então possível fazer um balanço das estratégias, conquistas e limites da atuação do movimento LGBT no Brasil na luta por direitos e discutir os desafios postos em relação ao futuro da luta por igualdade material e respeito às diferenças em uma conjuntura de reação moral conservadora e recrudescimento dos autoritarismos. 
 

 

 


Renan Quinalha


Professor de Direito da Unifesp, advogado e ativista no campo dos direitos humanos. Professor visitante na Unicamp (2018). Foi assessor jurídico da Comissão da Verdade do Estado de São Paulo e consultor da Comissão Nacional da Verdade para assuntos de gênero e sexualidade. Foi Visiting Research Fellow no Watson Institute da Universidade de Brown. Publicou o livro “Justiça de Transição: contornos do conceito” (Expressão Popular, 2013) e co-organizou as obras “Ditadura e Homossexualidades: repressão, resistência e a busca da verdade” (EdUFSCar, 2014) e "História do Movimento LGBT no Brasil" (Alameda, 2018)